Entregas de PCs Recuaram 13,9%

Entregas de PCs Recuaram 13,9%

Entregas de PCs Recuaram 13,9%


O IDC (International Data Corporation) divulgou uma pesquisa internacional em que revelou que neste primeiro quadrimestre, as entregas de PCs recuaram 13,9%, contra uma previsão inicial de 7,7%. O IDC apontou como um dos motivos o fato do Windows 8 não ter ajudado a empolgar o mercado, sendo que muitos usuários poderiam estar estranhando o sistema de retângulos dinâmicos da tela principal e a ausência da tecla “Start”(ou Iniciar).

Esta pesquisa gerou uma série de manchetes alarmistas aqui no Brasil, dizendo que a Microsoft estaria correndo para lançar uma nova versão do Windows, etc. Na verdade, se analisarmos o estudo sem histerismos, veremos que todas as versões do Windows tiveram o mérito de forçar a melhoria do hardware nos PCs, sem que isso acarretasse a elevação de custos nos mesmos. Veja o Windows 8. Ele está forçando que as telas sensíveis ao toque sejam itens padrão dos PCs, sendo que o custo deste recurso vai despencar rapidamente. Então, o estranhamento dos usuários com a interface principal, se deve ainda a pouca disponibilidade das telas de toque nos PCs de baixo custo. Este recurso permitirá que os PCs com Windows 8 venham a recuperar uma fatia hoje destinada aos tablets. Como prova do que estou dizendo, basta olhar como já existem modelos de PCs em que podemos girar a tela, ou retirar o teclado, transformando os mesmos praticamente em tablets. Enfim, é tudo uma questão de tempo.

O IDC (International Data Corporation) divulgou uma pesquisa internacional em que revelou que neste primeiro quadrimestre, as entregas de PCs recuaram 13,9%

O IDC (International Data Corporation) divulgou uma pesquisa internacional em que revelou que neste primeiro quadrimestre, as entregas de PCs recuaram 13,9%

este primeiro quadrimestre, as entregas de PCs recuaram 13,9%

Neste primeiro quadrimestre, as entregas de PCs recuaram 13,9%

Artigo Taggeado com

Comentários estão encerrados.

Entenda o que é a Teoria da Relatividade de Albert Einstein